Fechar


Cadastre-se
Você está aqui:   Página Inicial   Leia mais   Português para Concursos   Leia mais   Casos em que não se usa a crase
Mais Menos RSS - Casos em que não se usa a crase

Português para Concursos

Casos em que não se usa a crase

Em apensa um clique, constate tais ocorrências!

Publicado em 28/10/2010 10:01:59


Como se sabe, o acento indicador da crase obedece a padrões previamente estabelecidos e, como tal, encontra-se intrinsecamente relacionado a circunstâncias linguísticas específicas.

Assim sendo, a não ocorrência ou o uso facultativo também se deve a fatores diversos, cada qual de modo particular. E por assim dizer, eis que, no intuito de ampliarmos nossos conhecimentos acerca desse assunto, constataremos algumas relevantes considerações, manifestadas por:

Não se emprega a crase:


# Antes de palavras masculinas, a não ser em casos nos quais as locuções prepositivas “moda de” ou “à maneira de” estejam explícitas.

Hoje iremos a pé.
As questões poderão ser respondidas a lápis.


# Quando a letra “a” estiver no singular e anteposta a palavras no plural.

Não nos referimos a exceções, por enquanto.


# Antes de verbos no infinitivo.

Logo começou a dizer o que pensava sobre você.


# Antes de numeral.

O número de famílias desabrigadas chegou a trezentos.


Observações dignas de nota:


- Caso o numeral indique horas, tem-se portanto uma locução adverbial, logo, a crase estará confirmada.

O show começará pontualmente às 20h.


- A crase também se faz presente diante dos numerais ordinais, uma vez que estes não podem ser empregados sem o artigo.

A premiação será atribuída à primeira colocada na competição.


# Antes da palavra “casa”, uma vez não determinada.

Depois de algum tempo, voltamos a casa.


Atenção!


* No caso de a palavra casa aparecer acompanhada por um adjunto adnominal, ocorrerá a crase.

Voltamos à casa de Pedro somente depois do ocorrido.


# Quando entre a preposição “a” e um determinado substantivo estiverem implícitos os pronomes indefinidos “alguma”, “certa” e “qualquer”.

É possível que tenhamos direito a reivindicações. (a algumas)


# Antes da palavra “terra”, no caso de esta denotar “chão firme”.

Nesta manhã, os tripulantes desembarcaram a terra.


* Se a palavra “terra” estiver acompanhada por um determinante ou referir-se ao planeta “Terra”, a crase estará confirmada.

Retornaremos à terra de nossos pais.


# Antes de pronomes que rejeitam o emprego do artigo.

Todas as encomendas serão entregues a ela.
Os elogios foram a mim atribuídos.

Notas passíveis de atenção:


- A crase estará confirmada antes do pronome relativo “qual (is)”, desde que seu antecedente seja uma palavra feminina e que o referido pronome dependa de um termo regido pela preposição “a”.

As garotas, às quais eu me refiro, são belas.
Os acontecimentos, aos quais fiz alusão, marcaram a história da humanidade.


- Em virtude de os pronomes de tratamento “senhora”, “senhorita” e “madame” admitirem o uso do artigo, coloca-se o acento grave no “a” que os antecede, quando o termo regente exigir a preposição “a”.

Os documentos foram entregues à senhorita Carla.
Esses projetos pertencem à madame que acabou de sair.



Ocorrência facultativa da crase


O acento grave pode ser facultativo mediante as seguintes circunstâncias:


# Antes de pronomes possessivos femininos no singular, desde que estes antecedam um substantivo (pronome adjetivo).

Refiro-me a (à) sua família.


Observação:


Caso o pronome possessivo seja empregado de forma enfática, a crase estará confirmada.

O professor deu mais atenção a (à) minha pergunta do que à sua.


# Antes de nomes próprios femininos que se referem a pessoas.

Referimo-nos a (à) Beatriz.


Observações importantes:


- Caso o nome próprio esteja adjetivado, a crase será mantida.

Referimo-nos à querida Beatriz.


- Em situações nas quais a preposição “a” anteceder a nome de pessoas com as quais não se tem intimidade, não ocorrerá o emprego da crase, visto que tais nomes não admitem o uso do artigo.

As elucidações aludiam a Cecília Meireles.


- No caso de o nome próprio aparecer acompanhado de um adjunto adnominal, ocorrerá a presença da crase.

As elucidações aludiam à imortal Cecília Meireles.


# Após a preposição “até”, desde que o termo regente exija a preposição “a”.

Iremos juntos até a (à) livraria.

Comentários

Interagir

Vagas de Hoje Nacional 14021
Vagas de Hoje Sudeste 20000
Vagas de Hoje Sul 2618
Vagas de Hoje Nordeste 6954
Vagas de Hoje Norte 1525

Twitter